Você é um sucesso! Acredite!

Qual é a visão que você nutre a respeito de si mesmo? De que é um fracassado ou um vitorioso? Talvez nem tanto ao céu ou nem tanto a terra, não é? Talvez de que apenas você é uma pessoa comum e ponto.

 

Boa parte da percepção que temos de nós mesmos é reflexo daquilo que acreditamos que os outros pensam sobre nós. E por mais que digamos que a opinião alheia não nos interessa, nem sempre isso procede. Será que você nunca se chocou ao descobrir que alguém tinha uma imagem “errada” ao seu respeito? Ou será que ao receber um elogio por algo isso não te fez sentir-se um máximo? Sentir que você também é capaz de fazer algo bacana. Perceba como a opinião de outros tem alguma importância.

 

Somos seres sociáveis. Criados para viver em sociedade, temos constantemente essa necessidade do outro, ninguém é uma ilha. Todo indivíduo de uma ou de outra maneira busca algum nível de aceitação e reconhecimento. Mas nem sempre ele vem de onde gostaríamos, ou como gostaríamos. É onde somos alvo de críticas ou elogios, e nos resta sabermos administrá-las.

 

Além de termos que lhe dar com as críticas e elogios que recebemos ao longo do caminho, ainda temos que trabalhar com aquelas que carregamos desde a infância. Não sei se quando criança você recebia muitos elogios dos seus pais e parentes, ou se ouvia sempre críticas e reclamações, ou se parecia que sempre os seus irmãos eram mais expertos que você, ou faziam coisas bem melhores que você. Não ignore essas ocasiões, talvez você pense que isso não exerce mais influência alguma em sua vida, pois agora você é bem “crescidinho”. Pare e pense bem sobre tudo isso o que você ouvia quando criança, observe se onde você se sente seguro e autoconfiante hoje não é onde todos te apoiavam, e se em determinadas coisas até hoje você não tem certa hesitação, as evitando por experiências passadas.

 

O grande problema é que vemos essas situações como eventos isolados, não nos atemos que tais situações são cumulativas, a não ser que as reneguemos. Ao receber uma crítica que julgue ser infundada ou distorcida, e mesmo assim internamente você a aceita, isso já está sendo acumulado. Se você percebe que aquilo não procede simplesmente não aceite, diga a você mesmo que você não é assim, e melhor, mostre o contrário com as suas ações, isso é renegar de fato.

criticas

A princípio toda crítica causa certo nível de dor e incômodo, porém posteriormente com calma reflita sobre aquilo, pois isso pode te acrescentar muito e te levar a um novo nível, uma melhor versão de você mesmo. O importante é diferenciarmos a crítica construtiva, da crítica pela crítica somente. Infelizmente algumas pessoas tem a triste capacidade de enxergar a pior versão possível de nós, fazendo com que você se sinta a pior pessoa do mundo, te transformando em algo que você repudia de forma veemente e que tem a certeza de não ser assim. Mas basta observar qual a visão que essa pessoa tem de si mesma, e aí você concluíra que deve descartar isso, pois infelizmente o ser humano tenta reproduzir no outro aquilo que enxerga de si mesmo.

 

 

 

A perspectiva que temos sobre nós costuma mudar ao longo da vida, a depender de certos acontecimentos. Somos assim, temos altos e baixos. Nos momentos de vitória, quando obtemos uma nova conquista a nossa crença em nós mesmos vai às alturas, mas em certos momentos nos sentimos lá em baixo. Por isso é tão importante você escolher aquilo que quer cultivar, aquilo a quê você quer dar mais ênfase em sua trajetória.

 

Por que temos a impressão de sermos bem-sucedidos em alguns âmbitos da nossa vida e em outros não? Por exemplo: sucesso no amor ou nas finanças? Sucesso na família ou no trabalho? Será que uns estão “destinados” a serem felizes em áreas diferentes? Ou será que isso não é muito mais fruto de como nos comportamos diante de algumas derrotas que obtivemos ao longo da jornada, e assim absorvemos a errônea ideia de que aquilo não é para nós?

 

Isso ocorre por que nos comportamos de forma diferente em diferentes áreas da nossa vida, o que nos leva a satisfação em uma área e em outra não. Veja, a depender das experiências que você nutriu e internalizou ao longo da sua vida, como comentei nos parágrafos anteriores, isso te fará reagir de diferentes formas, o que te trará resultados díspares. Será que a falta de reconhecimento por algo que você fez com tanta dedicação, seja no trabalho, na família ou até no seu casamento não te desanimou, e isso fez com que os seus próximos passos já não tivessem assim tanta dedicação?

 

Você tende a ter mais sucesso quando faz aquilo em que acredita já ter se dado bem antes. Naquilo em que não teve boas experiências você tenderá mentalmente à desistência e ao fracasso. Tratam-se de limitações mentais que criamos ao longo da vida. A verdade é que todo o poder está em nossa mentalidade.

 

sem limites

 

Quero que a partir de hoje você mude a sua mentalidade! Entenda uma coisa: a sua vida não é limitada por um modelo de exclusão de possibilidades! Ou se é feliz no amor ou nos negócios, ou se é rico ou se é feliz, ou se vive o momento ou se têm sempre dinheiro, ou se é bem-sucedido no trabalho ou na família? Te pergunto, e por que não ter os dois? Quem te disse que uma possibilidade exclui a outra? A mediocridade popular diz: “Nessa vida não se pode ter tudo”! Eu te digo: Nessa vida você pode ter tudo aquilo o que realmente quiser!

 

O que realmente você quer para a sua vida? Quando verdadeiramente queremos algo somos totalmente capazes de conseguir. A nossa mentalidade é o fator determinante. Ela é a nossa força motriz e por muitas vezes, se não devidamente dominada, é a nossa maior vilã. O que você deve certificar-se é o que de fato você quer. Se aquilo para você sem dúvida é a sua prioridade. Sabe o que é prioridade? É aquilo de que não abrimos mão, que não negociamos.

 

Talvez até agora você não foi bem-sucedido em alguma área da sua vida simplesmente porque acreditava que era assim que as coisas tinham que ser, como já o foram no passado, ou porque aquilo claramente não era uma prioridade na sua vida. Te convido hoje a rever tudo isso. Fracassos passados não significam insucessos futuros. Reveja as suas prioridades por um novo prisma: Eu posso ter tudo aquilo o que eu realmente quiser!

 


 

Comente aqui o que você achou desse artigo e o que pensa. Compartilhe para que isso inspire mais e mais pessoas a viverem o melhor de si mesmas.

Obrigado por ter lido até aqui, espero que isso desperte algo em você.

Fabio Oliveira

2 comentários sobre “Você é um sucesso! Acredite!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s